Educação financeira, Financiamento imobiliário

Como financiar uma casa sem abrir mão do seu padrão de vida

janeiro 10, 2019
Tempo de leitura 6 min

Saber como financiar o imóvel de acordo com a renda familiar disponível é uma das grandes dificuldades da maioria das pessoas na hora de se planejar para a compra da casa própria. Isso porque, apesar de se tratar da realização de um sonho e ser um dos melhores investimentos que se pode fazer na vida, todos nós temos despesas básicas, como saúde, alimentação, lazer etc., que precisam ser conciliadas com o investimento da moradia para evitar prejuízos.

Dessa forma, neste post, apresento dicas de como você pode financiar a sua casa sem abrir mão do seu padrão de vida e sem ter sérios problemas financeiros futuros. Acompanhe!

Como se planejar para a aquisição do imóvel?

Para financiar uma casa sem abrir mão do seu padrão de vida, é importante aprender a se planejar para a compra. Tenha em mente que não será possível financiar a sua casa própria se você está terminando todos os meses no vermelho. Assim, o ideal é analisar como está a sua situação financeira e adequar os seus gastos para que o seu crédito seja aprovado e você possa realizar o sonho da casa própria. Confira abaixo algumas dicas para se planejar melhor.

Poupar dinheiro

É essencial para financiar uma casa que você se planeje para economizar ao máximo, uma vez que, tendo uma boa reserva, você pode ficar tranquilo caso em algum período do ano você não tenha rendimentos suficientes ou surja algum gasto inesperado. Com isso, é aconselhável tentar poupar por alguns meses um valor similar ao da parcela e guardar essa quantia para ser usada apenas em caso de emergência. Assim, o seu planejamento não é prejudicado.

Avaliar os riscos

Além de poupar dinheiro, outra orientação é avaliar os riscos de incluir uma nova prestação no orçamento. Isso deve ser analisado com atenção, lembrando que o financiamento não deve ser um problema em sua vida.

Mudar hábitos

Proponha mudar hábitos, reduzindo gastos desnecessários. Quanto mais dinheiro sobrar, mais dinheiro você terá para investir na compra da sua casa. Por exemplo, fazer compras por impulso é um hábito muito comum. Porém, para você financiar seu imóvel, essa prática é prejudicial e deve ser evitada a fim de não comprometer o orçamento. Da mesma forma, pagar as contas em atraso ou parcelá-las faz com você arque com juros. Por isso, faça um esforço para quitar as dívidas de forma integral e na data correta.

Como funciona o financiamento habitacional?

O financiamento imobiliário ou habitacional é um empréstimo, geralmente a longo prazo. É possível obtê-lo por meio de uma instituição financeira que oferece esse tipo de serviço, ou com a ajuda de um consultor de crédito imobiliário. Em seguida, o seu pedido será analisado pelo banco e, sendo aprovado, você obterá o empréstimo. Depois, você vai pagar ao banco esse valor em diversas parcelas, com o acréscimo de juros e taxas que serão cobradas pelo serviço oferecido. A vantagem de optar pelo auxílio de um consultor, é que você terá todas as informações necessárias sobre taxas e juros e ainda terá alguém especializado na interface entre você e o banco, entregando documentações e te deixando a par de todo o processo.

Quais os tipos de financiamento disponíveis na atualidade?

Sistema de financiamento imobiliário

O sistema de financiamento imobiliário demanda que o comprador compareça ao um banco que oferece esse serviço para solicitar o empréstimo. Ele deve entregar toda a documentação e fazer um cadastro para acompanhar a sua análise de crédito. Feito isso, a instituição financeira vai fazer a avaliação do imóvel pretendido e estabelecer as normas de contrato.

Sistema SAC

Além do sistema de financiamento imobiliário, também temos o sistema SAC como outro tipo de financiamento muito utilizado para a compra de imóveis. Esse sistema tem como objetivo a amortização da dívida em um valor único no qual as parcelas têm valores decrescentes. Assim, conforme a dívida vai sendo paga, você também vai pagar uma prestação menor.

Sistema PRICE

O sistema PRICE tem como característica um financiamento com prestações fixas, porém com juros decrescentes, pois quanto mais o saldo devedor diminuir com o pagamento das parcelas, menor será a cobrança de juros.

Para não confundir o sistema SAC com o PRICE, é importante entender uma das principais diferenças: o valor da parcela no SAC é constante durante todo o período de financiamento; já para o PRICE, as parcelas começam mais caras e diminuem no fim do financiamento.

Como avaliar o melhor programa de financiamento?

Tempo ideal

Para avaliar o melhor programa de financiamento, é de suma importância considerar o tempo ideal para fazê-lo, uma vez que, dependendo do prazo estabelecido para pagar o empréstimo, você pode ter dificuldades para cumprir o combinado. O melhor a se fazer é analisar qual será a parcela inicial que você pode assumir, levando em consideração o seu planejamento financeiro.

Nem sempre é possível separar mais de 30% da renda ao pagamento das parcelas, já que você pode ter outras despesas, como plano de saúde ou financiamento de um carro, por exemplo, que levam boa parte do seu salário. Nessas horas, a ajuda de um profissional especializado em financiamento imobiliário pode te fazer poupar muito tempo, pois na ausência dele, você mesmo precisará fazer varias simulações para conhecer os valores de prestações disponíveis para o seu financiamento

Taxa de juros

Caso você não tenha o auxílio de um consultor de crédito, é fundamental se informar sobre todas as taxas de juros a fim de avaliar o financiamento que mais se encaixa no seu perfil, uma vez que cada sistema tem as suas próprias regras. Diversos fatores influenciam a taxa de juros, sendo que o ponto mais importante é a possibilidade de inadimplência com o pagamento das parcelas

Consultoria de crédito imobiliário

Por fim, para que você possa ter mais facilidade no financiamento imobiliário, é importante contar com uma consultoria de crédito imobiliário, tendo a sua disposição profissionais qualificados para conversar com você, entender a sua situação e esclarecer as suas dúvidas. Além disso, a consultoria fará cálculos e projeções, conforme seus objetivos e necessidades, assim como relatórios detalhados para a melhor tomada de decisão.

Neste post, abordei sobre como financiar uma casa sem abrir mão do seu padrão de vida e ter sérios problemas financeiros futuros. Vale ressaltar a necessidade de controlar os seus gastos e poupar dinheiro para que você possa concretizar o sonho da compra de um imóvel.

Então, gostou do nosso texto? Se ficou interessando em uma consultoria de crédito imobiliário, entre em contato conosco, pois estamos à sua disposição!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário